#BocaNoTrombone: 422 com ônibus novos, mas com o ar desligado?
#BocaNoTrombone: 422 com ônibus novos, mas com o ar desligado?

#BocaNoTrombone: 422 com ônibus novos, mas com o ar desligado?

Nova remessa de ônibus começou a rodar esta semana, mas, contrariando o que determina a municipalidade, estreou com o ar desligado.

Foto: Gabriel Petersen Gomes

Quem utiliza a linha 422, que liga os bairros do Engenho Novo e Grajaú, na Zona Norte, ao Cosme Velho, na Zona Sul do Rio, já deve ter notado a nova cara que a linha vem ganhando nas últimas semanas.

Agora nesta última semana, a linha recebeu mais 11 ônibus novos em renovação de frota da empresa Transurb, que opera a linha. São 10 do modelo Apache Vip V, produzido pela CAIO Induscar, e 1 do modelo Torino Plus, fabricado pela Marcopolo, todos montados sobre o chassi Mercedes Benz OF-1721.

Hoje, dia 11, fomos experimentar um dos novos ônibus da linha. Embarcamos num dos novos ônibus na Glória, rumo ao Centro do Rio, de prefixo A72079. Acreditando que fôssemos experimentar o ar condicionado deles, mesmo num dia ameno como hoje, doce ilusão.

O que encontramos foi um ônibus confortável, espaçoso, inclusive com barras no fim do ônibus para evitar possíveis acidentes com os membros dos passageiros, mas com o ar condicionado desligado. Flagramos o controlador de ar devidamente desligado e “lacrado”, para que o motorista não possa ligar durante a viagem, conforme a foto abaixo.

Controlador de ar do ônibus novo da 422 (ao lado do indicador de Parada Solicitada) desligado. Segundo relatos, os novos ônibus só circularam com o ar ligado por 1 dia. Foto: Gabriel Petersen Gomes

Desde Novembro, quando uma resolução foi publicada pelas secretarias municipais de Saúde e Transportes, o ar condicionado voltou a ser obrigatório em todas as viagens de ônibus na cidade do Rio. Inclusive, chegamos a publicar a notícia por aqui (releia). Mas não é muito raro você ver os ônibus circulando com as janelas todas abertas, inclusive nos novos ônibus da Transurb (foto abaixo).

O mesmo ônibus novo da 422 em que embarcamos para conferir como está sendo a primeira semana de operação circulando com as janelas abertas. Foto: Gabriel Petersen Gomes

Ar-condicionado desligado não é exclusividade da 422. É na cidade toda.

Mas quem utiliza não somente a 422, mas como várias outras linhas na cidade estão rodando com o ar desligado, e quem sofre com isso é o passageiro. Na Avenida Presidente Vargas, uma das principais vias da cidade, a cada 10 ônibus que circulam na via, 9 que deveriam estar rodando com o ar ligado, está rodando com o ar desligado.

E se for analisar os dados do boletim estatístico mensal, da Prefeitura do Rio, em Novembro de 2021, mês em que a obrigatoriedade do ar condicionado voltou a vigorar, 41 milhões de viagens, em teoria, foram feitas em ônibus com ar condicionado, totalizando 74,2%.

Gráfico da Prefeitura que

Porém, na prática, dessas 41 milhões de viagens, apenas viagens realizadas por 6 empresas (Redentor, Futuro, Barra, Pavunense, Real e Palmares) foram feitas em ônibus climatizados efetivamente, sendo que das 6 empresas, 5 delas (somente a Pavunense fica de fora), não foram todas as viagens realizadas.

O que diz a SMTR:

Pedimos uma resposta para a Secretaria Municipal de Transportes. Em nota, a SMTR informa que os consórcios são obrigados a operar com a frota climatizada. Desde quando a resolução conjunta com a Secretaria Municipal de Saúde foi publicada em Novembro de 2021, as equipes de fiscalização têm ido nos pontos finais e autuado quem descumpre a determinação. Uma equipe será deslocada para fazer vistoria

Ainda de acordo com a pasta, qualquer pessoa pode denunciar a má prestação para a Prefeitura através do 1746. O registro é importante para possibilitar soluções ágeis e incluindo-as nas estatísticas do município.

O Rio Ônibus, sindicato das empresas de ônibus, não respondeu o nosso contato.

Leia a nota na íntegra:

A SMTR informa que os consórcios são obrigados a operar com a frota climatizada. Desde o dia 19 de novembro de 2021, quando foi publicada a resolução conjunta da SMTR e SMS nº 48, estabelecendo que os ônibus voltem a circular com o ar-condicionado ligado, as equipes de fiscalização têm vistoriado e autuado os consórcios que descumprem a determinação. Uma equipe de fiscalização fará uma vistoria nos ônibus da linha 422 para verificar a denúncia.

Cabe esclarecer que qualquer pessoa pode denunciar a má prestação de serviços para a Prefeitura por meio da Central de Atendimento 1746. Este registro é importante para que as denúncias sejam tratadas de forma administrativa, possibilitando soluções mais ágeis e inclusão nas estatísticas da Prefeitura para fins de planejamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *